*A carta de despedida*


Bia chegou em casa com o coração acelerado, em suas mãos estava o resultado do último exame feito por Eduardo seu marido, há dois anos fora diagnosticado um tumor maligno em seu estômago, desde então suas vidas foram transformadas, o tratamento fora muito agressivo, e agora saberia se todo sofrimento dele tinha valido a pena.
Estacionou o carro na garagem, mas não tinha coragem de sair de dentro, olhando o envelope do laboratório um misto de esperança, alegria e agonia lhe deixaram de pernas bambas, ali estava uma palavra que faria toda a diferença em suas vidas, positivo ou negativo, tinha esperado tanto por esse dia, e agora já não sabia mais se queria ler o conteúdo. Entrou pela porta da sala e na casa um silencio horrível tomava conta de tudo, já passavam das 15:00 hrs, seu filho estava na escola e com certeza o marido repousava no quarto do casal. Entrou sem fazer barulho, olhou para a cama e não viu ninguém, então começou a andar pela casa chamando o nome do marido mais alto, não imaginava onde poderia estar, há muito tempo que  ele não saia do quarto para nada. Já ficando preocupada, só lhe restava a cozinha, ao entrar viu em cima da mesa um envelope grande com seu nome, imediatamente seu corpo sentiu um calafrio, abriu a carta e não acreditou no que estava escrito:

"Querida, ao ler esta carta já terei partido, se tivesse coragem diria isso olhando em seus olhos, mas como poderia tentar me fazer mudar de ideia não tive outra opção.
Agradeço demais tudo que fez por mim, tanto quando estava com saúde e podia ser seu marido de verdade, como na minha enfermidade. Nenhuma mulher poderia ter sido mais gentil e dedicada. Sei o quanto tem sofrido, quantas vezes te ouvi chorar escondida, se estou vivo até agora sem duvida é por ti e nosso filho.
Tenho que lhe confessar, não aguento mais viver assim dependente de tudo, como doí ver a mulher que amo, se desgastando pra cuidar de um peso morto, pois é isso que sou. Sei que jamais falaria isso para mim, por isso criei vergonha na cara e vou dar um basta. Lamento não ter a mesma fé que você, mas pelo menos uma atitude sei que poso tomar, peço que me desculpe, talvez esteja errado, sendo covarde, mas não tenho mais condições físicas nem emocionais para carregar este peso, faz mais ou menos um mês que estou meditando sobre isso e sei que vai dar tudo certo, por incrível que pareça nesses dias não senti mais aquela dor que me deixava alucinado, andei comendo escondido de ti durante a madrugada para me fazer forte, renovei nosso seguro de vida, deixo você e nosso filho bem, a casa esta quitada, e o restante da divida do tratamento será coberto pela empresa que trabalhei, já me despedi dos meus pais e dos seus.
Saiba que te amo mais que minha própria vida, por isso estou te libertando, quero que sejas feliz"..
Com todo amor do mundo,
Eduardo..

Chegando em casa sem dormir há mais de 50 horas teve um leve flash back, depois de ler a carta de Eduardo, ligou desesperada para seu irmão que era policial e informou a situação, começaram as buscas por ele, 11 horas depois acharam o corpo com um tiro na cabeça dentro do carro do marido, abandonado em meio a um canavial. Depois desta noticia, tudo foi horrível, a sensação da perda, o velório, as pessoas comentando, o desespero do filho, tudo isso fez com que ficasse amortecida, ainda não tinha chorado. Pediu para sua irmã levar o menino para casa dela, queria um tempo sozinha, mesmo contra todos, foi para casa.
Adormeceu assim que se jogou na cama, acordou já era de madrugada, chamou pelo marido, e ai veio a dolorosa realidade, nunca mais o veria. Foi para a cozinha para preparar um chá, ao pegar a xícara no armário viu o envelope do laboratório com o resultado do exame do marido, na correria dessas ultimas horas não tinha aberto ainda. Pensou que agora não importava mais, sentou-se, tomou um pouco do chá e olhou o envelope novamente, puxou para sí e abriu, ao ler toda emoção contida nessas ultimas horas veio a tona, chorou como nunca tinha feito em toda sua vida, o resultado ?
=Negativo para células cancerígenas, seu marido estava curado.

***********
Imagem: Google
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

11 comentários:

  1. Um belíssimo conto, cheio de emoção, que pena que ele não esperou pelo resultado.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. A pessoa desistiu antes mesmo de ver o resultado.. lamentável isso.. mas o que dizer de pessoas que creem no poder de DEUS..

    ResponderExcluir
  3. nossa que triste, o suicido é um dos piores crimes, em todos os sentidos, sofre quem fica, sofrerá muito mais quem parte pois ninguém tem direito de tirar nosso melhor presente de Deus, nossa oportunidade de viver e aprender, de contribuir na vida de outras pessoas. Fraqueza e falta de fé, é o que resume, uma pena. Acho que o recado que ficou aqui foi o de que a fé pode tudo e nada é impossível para Deus, portanto seja lá qual for o seu problema, confia e tudo se resolverá.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, já coloquei seu banner na parde de blog amigo no meu site.

    ResponderExcluir
  5. Esse conto é maravilhoso, e ao mesmo
    tempo triste,ah se o tempo tivesse passado um pouquinho nas mãos.tudo salvo...Mas que pena que ele não
    pode esperar mais, o desespero acabou
    com tudo
    Adorei parabéns!!!!
    Bjusss
    Rita!

    ResponderExcluir
  6. Este conto é um dos melhores que li na minha vida é triste mas verdadeiro.

    ResponderExcluir
  7. Não tem como não se emocionar neste conto concordo é um dos melhores que já li.

    ResponderExcluir
  8. Ah... Que pena que ele não conseguiu esperar o resultado.
    Adorei amiga. Escreves muito bem. :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Precisamos ter fé sempre, mesmo quando parece que tudo está ao contrário do que esperam os, Deus é generoso, pena que o Eduardo não manteve sua fé... emocionante. Parabéns Pat.

    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário, volte sempre!!!
*Gentileza gera Gentileza*
Os comentários serão liberados, após serem aprovados, conteúdo
que contenha spam e ofensas não serão publicados.

Divulgue suas postagens

Tedioso: Os melhores links

Parceiro

Top blogs de receitas

Dados do blog

  • Top comentaristas

    Top Comentaristas by SemNome
  • Estatísticas do Blog

    Dias online
    Postagens
    comentários
  • PageRank

    PageRank
  • Assinantes do blog

  • Visitas do RoboGoogle

Divulgue nosso Banner

Link-me!