Grito de independencia


Chegando a beira do riacho olhou-se nas águas claras,
Não gostou do que viu, seus olhos azuis estavam tristes,
Não aguentava mais a situação a qual era submetida dia a pois dia.
Lembrou-se da aula de historia em que um jovem
príncipe regente havia declaro independência ou morte...
Sorriu para si mesma, quem dera ter essa coragem.

De repente, olhando novamente para sua triste imagem ,
eis que surge dentro de si uma força inacreditável,
sentiu-se uma guerreira indo a luta....
empunhou sua espada imaginaria e gritou:

-Hoje estou declarando a minha independência..
Afirmo para quem quiser ouvir que não precisamos
de alguém para ser feliz...

Não ficarei mais presa a moda e padrões de beleza
que jamais alancarei...

Sou livre para expressar meus pensamentos,
jamais poderão calar a minha voz novamente

Eu quero, eu sou, eu sinto, eu preciso..
Eu tenho, eu espero, eu faço....

Ouçam meu grito de liberdade...
Hoje renasço, não, para agradar alguém, mas a mim

Hoje declaro que me amo incondicionalmente
Nunca mais dirão que não posso....

Sou humana, sou guerreira..
Sou brasileira e não desisto nunca.

Se é para a felicidade de todos e para o bem da nação..
Declaro que sou livre a partir de hoje, e que os grilhões
nunca mais me aprisionarão...

Declaro a independência em nome de Marias e Antônios..
Viva o ser, viva o existir...
Sua imagem refletida nas águas limpas do riacho já não era mais a mesma....

(Patricia Galis)

Imagem: Google


Gostaria de agradecer a querida Luciana Souza dona do" Blog Histórias de uma Bipolar" que gentilmente presenteou com um livro o seguidor de numero 100, e com muita alegria foi euzinha rs

Este é o livro que ganhei "Para Sempre", gostei muito pois já havia visto o trailer do filme, é uma historia real de um casal que sofrem um acidente de automóvel, e a esposa perde a memoria recente só lembra de fatos ocorridos antes de se conhecerem, o que teria sido motivo de desistência para alguns, ao marido foi um desafio e prova de amor, conquistar sua amada novamente.

Convido a conhecerem 
 "Blog Histórias de uma Bipolar" 
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

49 comentários:

  1. Olá Patrícia!
    Primeiro a História da Independência e todas as outras, não são verídicas, para você ter uma ideia, olhe bem a foto da independência. Que cavalos de raças! Eram mulas....rsrs que o regente descia sempre a estrada velha de Santos para encontrar sua amante... e uma vida de traição. Coitadinha da Leopoldina.Depois ele a trouxe para morar pertinho dele. Safado e ainda fez um túnel para sair do palácio e chegar até a casa da amante.
    E toda essa história que se lê nesse livros baratos são mentirosas.
    Bem, mas não é isso que quero lhe dizer.
    Você não precisa se libertar dos padrões da moda, pois é só olhar para você e dizer: Como sou linda! Eu me amo e o resto já sabe...rsrs
    Falando das minhas estórias, agora só conto estórias de ficção com um final feliz, porque quando escrevi um conto verídico: "Praga de mãe pega", só faltaram me chamar de mentirosa e outras cositas mais e, eu não poderia falar os nomes, pois estão mortos e os filhos que ficaram não vão se expor.
    Você tem que ser linda para você e para mais ninguém.
    Eu me cuido: musculação, hidroginástica,natação e não tenho estria e nem celulite.É mole? Com 65 anos... sabe o segredo?Eu me amo! Estou doida da vida por não poder pintar as minhas unhas, pois quebrei dois dedinhos e uma unha tá sai não sai, que saco.
    Você descreveu sua liberdade como uma poetisa que sinceramente não via em você.
    Continue poetizando, mas não descuide de sua aparência. Tá?
    Adorei sua independência, mesmo que tardia...
    Beijos
    Até
    Lua Singular
    Fique à vontade...

    ResponderExcluir
  2. Um poema muito bonito, vdd as vezes precisos nos libertar do que nos faz mal.
    Parabéns pelo livro.

    ResponderExcluir
  3. Oh Patricia parabéns pelo belo poema
    em homenagem ao feriado, e o livro
    que vc goste e me empreste depois kkkk,,,homenagens sempre são bonitas
    Eu gostei da foto que deixou bem mais
    fantástico
    Abraços de boa tarde e bom feriado
    Bjuss
    Rita!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Lindo e bem bolado grito!Isso mesmo!!! Parabéns pelo livro ganho e beijos às duas,ótimo feriadão,chica

    ResponderExcluir
  5. Belo grito de amor próprio e independência.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  6. Oi, Patrícia! Também estou em reconstrução e se libertar dos grilhões que nos impedem de nos agradar e respeitar acima de tudo é primordial nesse processo.
    Um amiga já me indicou esse livro, eu breve comprarei. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. OI PATRICIA!
    ESTE GRITO DE "INDEPENDÊNCIA OU INDEPENDÊNCIA" ECOOU NA BLOGOSFERA, ESPERO QUE MUITA GENTE O OUÇA E PONHA EM PRÁTICA.
    MUITO BOM TEU TEXTO.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  8. Liberarnos de lo que nos haces sufrir y ralentizar nuestro paso por la vida.
    Precioso Poema.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  9. Linda mensagem...amei...liberdade lá vou eu!...esse livro parece ser muito interessante gosto de histórias de perseverança e coragem e ainda mais quando é real.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Pati!

    Tudo bem, amiga?

    Adorei o poema, muito intenso. Lindo!

    Parabéns, pelo livro ganho.

    Já estou a seguir o blog dela!

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    ResponderExcluir
  11. Olá minha irma,

    A funçao da escrita é exatamente essa, colocar pra fora tudo o que nos aprisiona, nao dá pra escrever o lindo e o belo sempre, as vezes é necessário escrever nossas libertaçoes, para que elas sejam realmente libertas...

    Eu adoro, sinto e compreendo perfeitamente tudo o que escreve, e esse poema ficou belo e intenso, parabéns.

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Olá Patrícia!
    Vá lá conferir se ficou bom
    Beijos
    Dorli

    ResponderExcluir
  13. esse grito de independência
    Muito longe foi ouvido
    À beira do riacho permanência
    Em volta todo campo florido!

    De repente olhando viu
    Águas claras nele correr
    O grito que chamava ouviu
    Quem seria não saber!

    A tristeza que sentia
    De repente desapareceu
    Encontrou felicidade e alegria
    Quando de quem era o grito se percebeu!
    Era o grito da independência
    E para sempre feliz viveu!

    Boa noite para você,
    amiga um bjo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  14. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem por aqui?
    Patricia, depois de dona Rita, eu quero emprestado esse livro, rsrs...brincadeirinha!
    Belo poema de independência! Eu gostei!... vejo que a liberdade requer responsabilidade, maturidade, se não, se torna insustentável. Além disso, o comprometimento com a liberdade, é uma das coisas que mais aprisiona...
    Obrigado!
    Bom feriado!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. olá amada saudades!!!
    parabéns pelo livro

    ResponderExcluir
  16. Oi Patrícia
    Nossa, que lindo poema, é sério, como vc conseguiu contextualizar a independência. Amei! Assim como amei vc ter citado meu humilde blog aqui, espero que goste do livro, o filme é bem legal, eu assisti com meu marido. Ter meu blog divulgado em seu blog foi um presente adiantado de aniversário, pois é amanhã kkkkk. Nada é por acaso, o livro chegou na hora certa e para a pessoa certa!
    Bjão querida. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pelo poema,adorei a dica do livro
    bom feriado beijos

    ResponderExcluir
  18. Lindo poema. Quanto ao filme "pra sempre", é muito bom. Reconquistar o amor é difícil, mas pode valer a pena. Não li o livro, mas recomendo o filme.

    ResponderExcluir
  19. Oi Patricia! obrigada pela visita, um feriado de muita paz, divirta-se e hoje tenha uma linda noite, bons sonhos. Abraçoss

    ResponderExcluir
  20. Oi, Patrícia,
    Andei um pouquinho sumida. Depois de 3 meses em greve, nosso trabalho tem sido dobrado, pois muitos projetos ficaram pendentes.
    Parabéns, pelo seu grito de independência e por falar em nosso nome.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Boa noite Patricia :)
    Que lindo texto...
    Renascer para agradar a nós mesmas é um ato de inteligência e maturidade.
    Ah,parabéns pelo livro!
    Abraços \o/

    ResponderExcluir
  22. Oi Patika, xará!
    O texto é seu? Adorei...e viva a independencia de todos nós, nada de grilhões opressores.
    Sobre o livro,não é o tipo de livro que curto...mas achei mui interessante o que li da resenha em outro blog, me empresta o seu ? kkk
    Olha vc virou modelo lá no meu blog, sabia, lá na lojinha kkkk.
    E agora tb tenho um toldo quase igual ao seu na minha loja,kkk...só invento.
    Amiga, mil beijos, fique com Deus e tenha um excelente feriadão

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Cheguei até aqui através do blog da Rosélia. Já me cadastrei como seguidora e quero participar da blogagem coletiva. Como fico sabendo do próximo tema?
    Tenho um blog de blogagens coletivas http://anabelaemblogagenscoletivas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Patricia! Gostei. Viva a autonomia. Beijos e mais que lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  25. Ufa.. ufa!!
    Demorei mas cheguei rrs
    Dia hoje na empresa foi tenso!!! rs
    Mas não podia deixar de correr aqui..
    Amei o poma menina..
    "Sou humana, sou guerreira..
    Sou Brasileira e não desisto nunca!"

    Tem frase mais linda do que essa?
    Ainda mais pra ser dita amanhã.. dia de comemorarmos a nossa independência..

    Bom demais ganhar presentes né?
    Pelo que falou do livro a história deve ser muito boa.. acho que iria adorar...
    Sou apaixonada por histórias de amor assim.. onde o amor vence tudo rsrs

    Um beijo carinhoso e um feriado maravilhoso...

    Eu vou começar o meu na faxina.. e terminar na preguicinha rsrs

    Sheila


    ResponderExcluir
  26. Oi Patrícia,

    Tudo bem? Independência ou Vida é o lema! Parabéns pelo livro que foi sorteado pela amiga mais que querida Lu Souza.

    Bom feriado com um grito de reverência!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Adorei o texto. Valeu a dica!
    Bom feriado.
    Bjos, Mari.

    ResponderExcluir
  28. Oii amiga, qtas mulheres deveriam dar esse berro de independência, gostei muito, que bacana a Luciana ter te presenteado, gosto muito dela! Adorei por vc! Merecido! Bjoooossss

    ResponderExcluir
  29. Que belo presente que você ganhou, Patricia. Eu vi o filme, é muito bom! Beijos e bom feriado.

    ResponderExcluir
  30. OLá Patricia querida, boa tardeeee!!

    Independência! - irmã da Liberdade!
    É saber que a felicidade depende apenas de nós, porque ela vem de dentro pra fora, e jamais de fora pra dentro.

    Seu poema expressa muito bem o que muitos buscam, mas , que infelizmente,nem todos tem coragem de realizar em si mesmos...
    Muitos consideram que ser independentes e livres cuidar das coisas fora de nós, para impressionar...Mas o teu poema fala da coragem de mudanças internas, nos sentimentos, nas atitudes, na postura.

    Muito bom, Patricia, parabéns pelo talento !

    Beijos da LU...

    ResponderExcluir
  31. OI amiga vim agradece seu coment´[ario carinhoso em nosso espaço pois hj é um dia muito ESPECIAL pra mim kkkk brinco que nasci revoltada por causa do grito que há dentro de cada um de nós de independência kk esse grito que vc manifestou através desse poema amiga.. beijão .. e um ótimo feriado e final de semana flor..

    ResponderExcluir
  32. Olá Patricia.
    Parabéns pelo texto e pelo livro!
    Viva a independência, a democracia e o nosso BRASIL!
    Tenha um lindo final de feriado.
    Beijo
    Ivany

    ResponderExcluir
  33. Querida amiga

    Peço desculpas pela minha ausência, mas não é por esquecimento, mas sim por conta de meu novo projeto, o qual me está retirando muito tempo.

    Ser esposa, mãe, amiga, dona de casa, e ainda aprendiz de escritora, não é tarefa muito fácil, requer de nós um grande equilíbrio.

    Queria muito agradecer por sua presença amiga lá no meu cantinho, presença que me alegra por demais meu coração e minha vida! Muito Obrigada!

    Me perdoe por alguma coisa.

    Um lindo dia para você.

    Abraço amigo

    Maria Alice


    ResponderExcluir
  34. Querida amiga

    Há em cada recomeço,
    uma nova oportunidade
    de reescrever nossas histórias.


    Vamos semear esperanças pelo mundo
    com os nossos mais bonitos sonhos.

    ResponderExcluir
  35. Uma das grandes bênções da vida
    é a experiência que os anos vividos nos concebem.
    Aniversariar é uma amostra das oportunidades que temos de aprender a contar os nossos dias.
    mais uma janela e abre diante dos meus olhos,
    mais um espinho foi retirado da flor,
    restando somente a beleza de tão bela data.
    Com fé, na esperança e no empenho por ser melhor a cada dia.
    Seguindo pelos caminhos da verdade e do amor.
    Um dia encontrarei o mais belo jardim, o jardim que representará a realização
    dos meus maiores sonhos.
    Com saudades .
    desejo um feliz final de semana
    venha curtir meu aniversário.
    Beijos na sua Alma,Evanir.


    ResponderExcluir

  36. Olá Patrícia,

    Um belo grito de independência. Que ele encontre eco nos corações que
    ainda se encontram, de alguma forma, aprisionados.

    Parabéns pelo presente.
    Conheço o blog da Luciana. Ela possui um ótimo astral.

    Ótimo feriadão.

    Até breve.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  37. Viva a independência, Tenha um excelente feriado, beijos.

    ResponderExcluir
  38. Patricia,muito bonito o texto que fala de independencia!E parabens pelo sorteio que ganhou,deve ser uma bonita história!bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  39. Pat, parabéns pelo texto. Adorei...você escreve muito bem, amiga!
    Obrigada pelo feedback, e um bom fim de semana para você. Fique com Deus! Bjim Ramana

    ResponderExcluir
  40. é sempre bom receber livros dos nosos amigos blogueiros né? recebi alguns e fiquei muito feliz com o carinho. Ah gostei também do poema histórico rss muito bacana! Gostaria tb de agradecer o seu comentário no meu blog e desejar toda sorte do mundo com o seu! beijos!

    ResponderExcluir
  41. Olá Patricia,
    que maravilha de post, parabéns, lindo mesmo. Que delicia quando passamos a nos amar e tudo de bom começa a acontecer, comigo foi assim uma independência ou morte. Claro que fiquei com a primeira.
    É tudo de bom ganhar livros, vou ver se encontro este livro " Para sempre" fiquei curiosa em conhecer a historia. Um feliz fim de semana. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  42. Que lindo patricia é isso mesmo, temos q declarar a nossa independencia, sempre!

    bjusss e bom feriado a ti!

    ResponderExcluir
  43. Pat! Parabéns! Achei teu texto poético simplesmente lindo! Adorei! Devia escrever mais poesias! O filme, me interessou e já estou baixando pra assistir, rsrsrsrs! A Luciana é muito legal, inclusive ela está no Blog Novo desta semana, não sei se você viu... Como é que está a saúde? Esta melhor? E as dores nas costas? Eu tô+ou-.... Desculpe a demora em responder!....
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  44. Um belo poema Pati fiz isso a dois anos atrás dei meu grito de liberdade e minha vida melhorou e muito.

    ResponderExcluir
  45. Oi Patrícia.. haha , lindo o texto *-----* , e parabéns pelo livro ! parece ser bem legal ;]
    2beijos e um ótimo fim de semana ^^

    ResponderExcluir
  46. Que legal aty, obrigada pela dica, ainda não li, parece ser interessante mesmo. Bjos

    ResponderExcluir
  47. Adorei o seu texto, é envolvente. Gostei também da forma como utilizou a metáfora. As vezes é preciso deixar tudo pra trás, e alcançar a liberdade.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário, volte sempre!!!
*Gentileza gera Gentileza*
Os comentários serão liberados, após serem aprovados, conteúdo
que contenha spam e ofensas não serão publicados.

Divulgue suas postagens

Tedioso: Os melhores links

Parceiro

Top blogs de receitas

Dados do blog

  • Top comentaristas

    Top Comentaristas by SemNome
  • Estatísticas do Blog

    Dias online
    Postagens
    comentários
  • PageRank

    PageRank
  • Assinantes do blog

  • Visitas do RoboGoogle

Divulgue nosso Banner

Link-me!