Consumismo em excesso


Imagem Google


O que significar consumismo?
Consumismo- é o ato de consumir produtos e/ou serviços, indiscriminadamente  sem noção de que podem ser nocivos ou prejudiciais para a saúde ou para o meio ambiente.

Lembro dos natais que passávamos na casa da minha avó, e claro não víamos a hora de chegar dia 25 para receber um presente, não adiantava pedir, era o que os pais podiam dar e pronto. Nunca ganhei a bicicleta que pedi e nem a boneca Susi, mas em compensação quando a família se reunia era uma alegria, não tinha amigo secreto, nem exigência de nada, íamos com a roupa que já tínhamos usado várias vezes, pois criança tinha que brincar.
Nunca vi papai noel, mas antes da refeições todos dávamos as mãos e fazíamos uma oração agradecendo a Deus por estarmos juntos mais um ano e principalmente pela comida que tão fartamente haviam preparado.
Mais de 20 anos depois vejo o quanto as coisas mudaram, as crianças fazem suas listas e entregam aos pais e tios, que acabam cedendo aos desejos. O comercio no ato de desespero em vender e vender para pessoas que desejam comprar e comprar, fazem horários especiais e não sei de onde surgem tantas pessoas com sacolas e pacotes, numa correria tremenda, sem tempo de ligarem para o amigo que não veem a tempo, ou mesmo olhar nos olhos do vizinho e desejar feliz natal. Parece que se não podermos dar algo, desejar boas festas é ridículo.
E sabe qual é a graça disso tudo, a frase que mais ouvia das pessoas que estavam ao meu lado era:
-Não vejo a hora de passar todas essas festas, comemos demais, bebemos demais, gastamos mais do que devemos, temos que aturar aquela pessoa chata por educação e ainda ficamos cansado e estressado.
Refleti muito e não sei se choro ou dou risada.
Participamos de um mundo consumista, não fazemos nada para mudar, e com certeza lá no fundo odiamos ter essa noção.
Quem poderá nos ajudar????

Essa foi minha participação na ultima blogagem coletiva do ano do
Blog Escritos Lisérgicos
Tema: Consumismo em época de final de ano
http://escritoslisergicos.blogspot.com.br/



Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

24 comentários:

  1. Concordo com você Patricia!
    Também tenho saudades de quando era criança e a festa era realmente A FESTA reunindo familiares e amigos. Meus pais até davam o que eu pedia..mas era só UM presente e sabe-se lá onde eu tinha visto pra pedir um igual. Antes desse natal minha filha a cada dia mudava de opiniao sobre o que queria ganhar devido as propagandas na TV. E ainda ficam contando com os presentes que vão ganhar dos tios, avos..etc.
    Não é culpa deles, nós os criamos assim!! Nos dias de hoje é muito consumismo e a gente se vê obrigado a dar presente até pra quem não quer.
    Mas...no meio de tudo isso acho que ainda podemos tentar ensinar o que realmente é importante. O Amor de Jesus por nós.
    Bjs queridona ♥

    ResponderExcluir
  2. É triste e ao mesmo tempo engraçado porque quem faz o Natal ser assim somos nós mesmos, não é?
    Atitudes para mudar? Nenhuma!
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  3. É verdade mesmo Patricia nos tempos de criança
    não tínhamos nada disso e o natal era bom
    Hoje posso dizer que é bom, mas com cobranças
    e as crianças de hj saõ assim mesmo, consumista geral
    Mas o tempo mudou e com ele, veio tudo isso
    Rimos e choramos ao mesmo tempo
    Uma tarde linda pra vc
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá Patricia tudo bem?

    Lendo seu post, me vejo pensando sobre e me dou conta de que a muito tempo que as pessoas perderam a noção do que é verdadeiro, do que realmente vale a pena, ou do que deveria valer, acabmos comercializando tudo, e tristemente me dou conta que até o amor está sendo comercializado, pois em alguns casos é assim, te dou isso se me der aquilo!

    Estamos num mundo onde comercializamos tudo, até o que não tem nem deveria ter preço.

    Fazemos coisas por obrigação e não por prazer ...
    Ótima postagem.

    Acho que devemos mesmo refletir sobre e ver onde está o problema e tentar corrigir ...

    Abraços
    rioSul

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga Pati,

    Espero que estejas bem. Vim para te felicitar e matar saudades.
    Minha amiga, adorei ler a tua participação da bc do Christian. Também farei um post brevemente, mal consiga organizar-me com os comentários a moderar e visitas aos amigos a fazer.
    Infelizmente, as pessoas em geral perderam o sentido do Natal, exaltando apenas a matéria...

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Já está chegando o Ano Novo
    ‘*’
    ‘*’ ‘*’
    ‘*’ ‘*’ ‘*’
    “””U”””
    Quero ser uma das primeiras pessoas a lhe enviar uma árvore de Ano Novo.
    Tenha uma semana abençoada.
    Bju
    Toninha

    ResponderExcluir
  7. Tam,bém não gosto nem um pouco do consumismo,muito menos do Natal ser sinônimo dele, como anda acontecendo! Pena! beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. É uma questão séria mesmo, pq nós educamos nossos filhos nesse esquema e qdo pensamos em dar um basta, é tarde demais. Tento dar o que posso, sem exageros, só pra manter a tradição, mas gostaria mto, num futuro próximo, reverter esse dinheiro gasto com "lembrancinhas" (que são muitas) para instituições de caridade.

    Um abraço, Patrícia, ótimo texto.

    ResponderExcluir
  9. Oi querida Patrícia
    Quando era pequena, era terrível, o papai Noel que não bancasse a besta comigo. Um dia eu pedi uma bicicleta novinha, ele me trouxe uma boneca de noiva, só com a cara de louça. Fiquei louca e gritei perto dos meus pais: eu não pedi essa horrível boneca, ainda mais de noiva, pois eu nunca vou me casar( casei-me duas vezes), peguei-a pelos cabelos misturados com aquele horrível véu rodopiei-a e joguei-a, foi parar na outra calçada.Eu xinguei o Papai Noel. Coitado do meu pai, fez abrir uma loja e comprou uma bicicleta e mandou alguém me entregar, pois foi entregue errada.
    Eu adoro rosas, principalmente as vermelhas, pois elas têm paixão e a comparei a mulher, pois se ela for sábia fará do seu homem o que quiser.kkkk.
    Não gosto de ganhar rosas, cheiram defunto, gosto de vê-las e conversar com elas nos pés.
    Obrigada
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  10. Já não faço mas parte deste grupo de consumistas loucos, já tive maravilhosos natais, principalmente quando meus pais eram vivos, mas era tudo muito gostoso, mais doce, mais meigo e quando morava com meus filhos também tentei passar a idéia de um natal tranquilo sem exageros. Hj estão casados , eu já descasei, e já casei de novo, moro em outro estado com meu atual marido, que graças a Deus é adepto do natal simples, como eu. Mais a coisa tende a piorar amiga e cada ano que passa vejo as pessoas valorizarem mais papai noel que o aniversariante do dia 25... Nosso Senhor Jesus. Que triste... Aproveito para te desejar um 2013 lindo, de muito amor, paz e prosperidade. Um carinhoso abraço!

    ResponderExcluir
  11. Pois é essa pergunta que eu também me faço "Quem poderá nos ajudar?". Ou melhor, quem poderá me ajudar a entender o porquê que as pessoas trocam um sentimento tão grandioso e único por uma coisa tão finita e material. É, bem-vindos ao capitalismo!
    Adorei o texto, Patrícia.

    ResponderExcluir
  12. Nossa Patrícia enquanto lia eu voltei no tempo, como eram simples e maravilhosos nossos natais né?
    O gostoso era o contato com as pessoas queridas que enfeitavam a nossa noite de natal..
    Hoje o Natal se reduziu a troca de presentes..
    E o que disse é mais que verdadeiro, as pessoas correm pra preparar uma festa que esperam ansiosas que acabe logo.. dá pra entender?
    Esse ano eu fiz tudo diferente, passei o natal quietinha apenas ao lado das filhotas e do meu irmão que amo de paixão.. sem presentes, sem roupa nova, apenas juntos.. e ano novo será uma simples ceia eu e as formigas... E que 2013 venha trazendo sabedoria, para que possamos fazer durante o ano escolhas certas que nos levem a conhecer o verdadeiro sentido da vida a cada novo amanhecer..

    Beijo no seu coração e uma noite especial viu?

    ResponderExcluir
  13. Oi, Patricia.Que possamos em 2013 consumir menos. Obrigada por este blog pois tem feito diferença neste mundo virtual.Tenha um lindo fim de ano e um 2013 cheio de realizações. Q Deus continue te abençoando e que tu o conheça cada vez mais e mais. Bjsss

    ResponderExcluir
  14. Patricia você acertou em cheio, eu não vejo mais graça no Natal, os de antigamente eram realmente Natais, hoje em dia não, infelizmente, um lindo ano pra ti, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  15. Ah, de forma triste e vergonhosa tenho a mesma visão sobre o consumismo em sua totalidade. Neste Natal por exemplo e possívelmente na virada do ano novo não ligo muito, é tudo uma questão de consumir produtos para o nosso bem-estar momentâneo, sendo que naverdade deveríamos todos permanecer em silêncio e refletir mais em nossas ações pessoais e sociais. O que fazemos hoje, influencia na sociedade de amanhã, que se inicia com o aprendizado das crianças nas residências e nas escolas. E olha só que maravilha, as escolas ensinam esta "informação mentirosa e errada" de viver a vida para o próprio bem dos verdadeiros responsáveis e manipuladores de toda essa massa. Para mudar esta consciência em conjunto, somente com o tempo e permissão de cada um para enxergar esta realidade ou se permitir mudar o pensamento para uma vida mais sincera e responsável.

    ResponderExcluir
  16. BAHHH!!!! O consumismo por si só ja é um grande problema de muitas pessoas.... e em época de Natal piorou.. aí sim que td mundo gasta o que tem eo que não tem.. qnd criança tmbm ganhava o que minha mãe podia me dar e era com muito esforço ainda.. hj em dia os pais parentes e familiares se empenham e muito em gastar e gastar.. é mas depois que passam a EMOÇÃO .. as festividades ja iniciam o ano novo com dor de cabeça dos gastos descontrolas de seu impulsos é bem assim..

    ResponderExcluir
  17. Oi Mana,

    Tenho a impressão que pagamos um preço caro pela modernidade, até as crianças crescem consumistas e materialistas exatamente como os pais, a maioria delas são mimadas e não respeitam ninguém, são raras as crianças educadas que conheço, infelizmente!

    Gostei do texto, parabéns pela sua participação!

    ResponderExcluir
  18. Esse é um problema sério nos dias de hoje principalmente em época de natal, fim de ano, dia das crinaças, dia das mães e aí se vai, pessoas não conseguem se controlar, compra tudo o que ver pela frente, fazendo dívidas atrás de dívidas. A pessoa precisa pensar antes de comprar aquilo que não vai servir pra ela agora, o melhor seria colocar o dinheiro no banco, se acontecer alguma coisa futura ela já estaria prevenida. Pati lá no meu outro blog a Lucimar Virtual que faz parte da Estrela da Manhã tem post novo sobre o ano novo, se você quiser dá uma passadinha lá pra conferir é só clicar no link abaixo, feliz ano novo, fique com Deus beijos.
    http://lucimarvirtual.blogspot.com.br/2012/12/o-reino.html

    ResponderExcluir
  19. Oi, Patrícia! Acho que sua pergunta final é a resposta chave para o texto: só quem poderá nos ajudar, somos nós mesmos. Por isso acredito que o ser humano é dotado de inteligência: para refletir sobre o que não está bom e mudar. O Natal precisa ser sentido e não somente vivido, independente dos rituais que o cercam de acordo com as famílias, e precisa ser sinônimo de renascimento. Talvez uma boa hora para revermos valores.
    Um abraço, ótima participação!

    ResponderExcluir
  20. "Não vejo a hora de passar todas essas festas, comemos demais, bebemos demais, gastamos mais do que devemos, temos que aturar aquela pessoa chata por educação e ainda ficamos cansado e estressado".

    Caraca... Eu dei risada! ahahaha.
    Como pode, se pessoa tem noção de que algo não tá legal, por que se obriga a fazer o que considera errado? Para agradar aos demais? Penso que seja esta possiblidade... E tampouco vejo sentido.
    Quando algo não me agrada, eu me desvio. Como tenho comentado pelas participações (sim, para minha surpresa houveram algumas e eu agradeço a vocês, pois falei em tom de brincadeira, não imaginando que alguém toparia nesta época participar de BC´s, ainda mais "meio" do contra sobre o consumismo! rs), assim que concluí o Ensino Médio, aboli de minha vida o tal do amigo secreto.
    Eu percebi Patrícia, que não se limita a um só lugar e sim, a lugares os quais frequentamos com assiduidade e, nesta "brincadeira", gastamos um pouco aqui e ali e, quando nos damos conta, estamos com os bolsos vazios e muitos presentes inúteis que nunca quisemos ganhar.
    Sua criação sem o Papai Noel e dando valor ao espiritual, com certeza contribuiu muito para que tivesse noção do que realmente é importante e não permitiu que caísse no consumismo desenfreado.
    Eu não pude evitar o riso ao ler o comentário da Dorli, me identifiquei porque fui uma criança tirana e chantagista materialmente também. rs.
    Por sorte, tive uma boa orientação e não veio dos laços sanguíneos.
    Desejo a você, ao Waldir e a toda sua família, um bom 2013.

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
  21. Pura verdade, Patrícia,
    em muitas famílias a data virou uma tragicomédia, o que a deixa muito distante de sua real significação.Só chamando o Chapolim, rsrsrs...Sem brincadeira,o que de positivo vê-se é o início duma conscientização ainda pequena, mas que pode crescer e contribuir para uma mudança de atitudes perante a época.Acredito que o resgate dos natais de nossas infâncias seria o caminho mais certo.

    Que 2013 nos veja mais próximas e cheias de saúde, alegrias e bençãos.
    Que sejam risonhos os teus próximos 368 dias!Feliz Ano Novo!
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  22. Nossa o pior que é vdd, mudaram tudo e o sentido, se não gastar te olham com cara de juiz.....

    ResponderExcluir
  23. Olá, querida Patrícia
    Percebo que só nós mesmos poderemos nos ajudar fazendo uma auto avaliação e nos trabalhando no sentido de ter consciência das carências do mundo e respeitando os limites do bolso consequentemente...
    Um bom trabalho de auto conhecimento nos serve e muito...
    Bjs de paz e bem em 2013

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário, volte sempre!!!
*Gentileza gera Gentileza*
Os comentários serão liberados, após serem aprovados, conteúdo
que contenha spam e ofensas não serão publicados.

Divulgue suas postagens

Tedioso: Os melhores links

Parceiro

Top blogs de receitas

Dados do blog

  • Top comentaristas

    Top Comentaristas by SemNome
  • Estatísticas do Blog

    Dias online
    Postagens
    comentários
  • PageRank

    PageRank
  • Assinantes do blog

  • Visitas do RoboGoogle

Divulgue nosso Banner

Link-me!