Quem sou eu?

 
Quem sou eu?


Sou fogo que queima e sou água que apaga,
Sou a brisa suave e tempestade que assusta,
Sou alegria, sou tristeza...
 
As vezes quero muito e no instante seguinte nem lembro o que,
Tem dias que amo muito outros simplesmente odeio,
 quero estar junto e necessito estar só.
Sou louca e insana, sou santa e carente.
Covarde e corajosa, tenho medo e não temo nada.
As vezes carinhosa outras agressiva.
 
Escondo o que sinto, choro escondida
Tenho dores e agonias,
Tenho prazeres e esperanças,
Temo a morte, mas desejo ir embora..
 
Não sei se vivo ou vegeto,
Olho para o mundo, mas nada vejo
Minha cabeça é um redemoinho de pensamentos
Sinto falta de algo, mas não sei o que é...
 
Será que vou encontrar ou já encontrei?
Sou mulher, sou menina....carente e dependente.
Eu sou...."EU"
Quem sou eu?

***************
***************

Este poema foi elaborado para o "Desafio de poemas"
proposto pela querida Marilene do Blog
Folhas, Flores sutilezas
Esta tag a principio surgiu como brincadeira no Facebook e agora amigos blogueiros
estão partilhando aqui na blogosfera.
Quem desejar participar fique a vontade.
 
 
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

26 comentários:

  1. Muito lindo, excelente participação!!!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  2. Que beleza de poesia,Patricia! Adorei!! Valeu o desafio,né? beijos,ótimo dia! chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia linda Patrícia!
    Seus versos estão bem colocados, as almas são geralmente assim, nascem para a liberdade, mas muitas vezes são podadas e assim vão nesse dilema sem fim!
    Abraços e obrigada pelo seu carinho lá no meu cantinho, és sempre muito amável!

    ResponderExcluir
  4. Admiro quem tem talento para escrever poesias, contos, etc.
    Adorei.
    Bjs.
    Di Rodrigues

    ResponderExcluir
  5. Questões intrínsecas que demonstram a força poética que emana de ti, Patrícia.
    Por coincidência também fiz uma postagem no tema proposta pela Karin Filgueira...quanto mais poesia e beleza espalharem-se pelo mundo , melhor será.
    Beijus,
    Calu

    ResponderExcluir
  6. Oi Patricia, boa tarde,
    Que belo texto introspectivo...
    Lindíssima sua participação!
    Participei segunda feira do Desafio dos Poemas, e escolhi um da Cecília Meireles.
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  7. Nossa que lindo minha amiga eu me sinto assim tbm as vezes, não sei quem sou e outras sim.

    ResponderExcluir
  8. Oi maninha,

    Disse tudo, me sinto exatamente assim....

    Adorei!

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Olá Patrícia!
    Poema lindo, parabéns pela participação!

    Bjs, sucessos sempre ♥

    ResponderExcluir
  10. Que bacana, ela é muito criativa!
    Bjs, xará

    ResponderExcluir
  11. Olá, querida Pati.

    A tua poesia está linda, cheia de sentimentos profundos e verdadeiros.
    Sensibilidade à flor-da-pele!
    Parabéns!

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Muito potente, acho que ele deve ter sido bem curtido e compartilhado no espaço que foi também postado.
    Ps. Voltando após muitas dores nas juntas e no tórax depois que uma tal virose me pegou.
    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Puxa Patricia, vc é uma grande poetisa! Ficou muito linda sua participação! bjs,

    ResponderExcluir
  14. Oi, Patrícia!
    Um belo desafio para quem é poeta e você o realizou muito bem! São questionamentos de quem realmente vive a vida e procura por respostas. "Quem sou eu?" é uma pergunta que pode levar uma vida para ser respondida!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  15. Que baita participação, Patrícia. Ficou maravilhoso seu poema. Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  16. Uma participação arrasante uia que forte
    linda e cheia de encantos parabéns
    Um belo poema

    Bom final de semana
    Bjusss
    Rita!!

    ResponderExcluir
  17. Oi Paty, adorei seu Layout tbm, bem lindo!
    Que lindo texto, eu não levo jeito pra isso, mas o que você tem é um dom!
    Lindíssimo!

    Ah! Curiosa
    Juliane Gonçalves - Web Design

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá Patrícia,

    Belíssimo o poema.
    Somos mesmo essa dualidade versada e sempre procurando nos descobrir ou encontrar.
    Não conhecia esse seu lado poético. Parabéns pela bela participação.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Olá,Boa noite, Patricia
    Parabéns...muito bela a participação!!
    ....as forças duais de mesma intensidade que permeiam a vida do ser humano nos deixam em dúvidas quanto ao que somos (ou quem sou eu)... os desequilíbrios só irão acontecer quando o ser humano se afasta da própria essência e assim, há um abismo e uma descontinuidade e deixamos de saber, realmente, quem somos...
    Obrigado pelo carinho,belo final de semana,beijos!

    ResponderExcluir
  20. Boa noite amiga Patrícia!!!
    E tem horas que me vejo perguntando: - Quem sou eu?
    Um misto de sentimentos e ações...
    Parabéns por tão belo poema.
    Tenha um domingo mega abençoado!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá querida Pati,

    Tem um prémio no blog para ti! :)

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.pt/2014/04/the-cracking-chrispmouse-bloggywog-award.html

    ResponderExcluir
  22. Muito bonito, e quantas vezes não sabemos quem somos!...
    beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Oi Patricia, um poema muito forte com certeza.
    Parabéns pela participação.

    Abraços

    ResponderExcluir
  24. Querida Patricia, me perdoe a demora em aqui estar, são tantas coisinhas que nos levam e o tempo acaba ficando escasso...Parabéns pela linda participação, seu poema fala de como muitas vezes nos sentimos e nos pegamos pensando "Quem sou eu"...Grata surpresa, eu não sabia desse seu dom. Parabéns, colocar no papel o que vai alma e coração é um dom divino.
    Beijos com muito carinho e tenha um semana abençoada
    Marilene

    ResponderExcluir
  25. Olá,
    Parabéns! Uma belíssima obra.
    Bjos tenha uma ótima Pascoa.

    ResponderExcluir
  26. Vim aqui por engano e fui ficando, rs.... Quanto ao poema, digo que você é, perfeitamente normal, gente. Vivendo a vida intensamente, esse carrossel de emoções, a vida em todas as suas nuances. A eferverscência dos instantes, o redomoinho das horas, a gloria de existir. De resistir no agora.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário, volte sempre!!!
*Gentileza gera Gentileza*
Os comentários serão liberados, após serem aprovados, conteúdo
que contenha spam e ofensas não serão publicados.

Divulgue suas postagens

Tedioso: Os melhores links

Parceiro

Top blogs de receitas

Dados do blog

  • Top comentaristas

    Top Comentaristas by SemNome
  • Estatísticas do Blog

    Dias online
    Postagens
    comentários
  • PageRank

    PageRank
  • Assinantes do blog

  • Visitas do RoboGoogle

Divulgue nosso Banner

Link-me!